24 de janeiro de 2016

{Resenha} Alice no País das Maravilhas & Através do Espelho e o que Alice encontrou por lá- Lewis Carroll

"Alice's Adventures in Wonderland" (frequentemente abreviado para "Alice in Wonderland") é a obra mais conhecida de Lewis Carroll (1832-1898), sendo considerada obra clássica da literatura inglesa. O livro conta a história de uma menina chamada Alice que cai em uma toca de coelho e vai parar num lugar fantástico povoado por criaturas peculiares e antropomórficas.
O livro faz brincadeiras e enigmas lógicos, o que contribuiu para sua popularidade. Carroll também faz alusões a poemas da era vitoriana e a alguns de seus conhecidos, o que torna a obra mais difícil de ser compreendida por leitores contemporâneos. É uma das obras escritas da literatura inglesa que tiveram mais adaptações na história do cinema, TV e teatro.


Em Alice no País das Maravilhas, Alice estava deitada na grama com sua irmã e sua gatinha Dinah enquanto um coelho branco  passa por ela apressado e com um relógio dizendo que está apressado, intrigada mais com o fato de um coelho branco estar com um relógio ela decidiu segui-lo para saber onde estava indo.

Alice e sua impertinente curiosidade, acabou caindo em uma toca que se viu sem fim por alguns instantes, ao chegar ao chão ela se depara com uma sala cheia de portas porém nenhuma estava aberta, até mesmo uma minúscula que pode bisbilhotar pela fechadura e tirou-se a conclusão de que aquele era o jardim mais encantado e o melhor que ela já virá.

Após isso ela se depara com uma mesa que possuí uma bebida escrita ¨Beba-me¨ ao se deparar com isso ela tirou a conclusão de que não era um veneno (pois não estava descrito no rótulo) Ela bebeu e por fim diminuiu mas se deparou que esqueceu a chave da pequena porta em cima da mesa. Como ela iria entrar pela porta?

Depois de chegar ao Jardim Alice encontra coisas que com certeza não existem no seu mundo real, e começa a tomar conhecimento dos personagens que habitam naquele país como a Lebre de Março, Chapeleiro Maluco, Bill O lagarto que vivia para receber ordens, A Rainha de Copas sempre mandando cortar a cabeça de alguém por sequer nenhum o motivo.

Através do Espelho e o que Alice encontrou por lá- Alice encontra-se em uma poltrona brincando com um dos filhotes da Dinah, encontrou um gigante espelho em que se via o reflexo das regras do jogo de Xadrez.

Após acontecer várias coisas malucas e depois de falar com a Rainha Vermelha que lhe diz as regras do jogo e para seguir seu caminho . Assim como todo jogo de Xadrez sempre começa avançado casas, e foi o que ela fez até chegar a Oitava Casa, e assim aconteceria alguma coisa quando chegasse lá.
(agora só lendo para saber...)


O que achei...?

Á um bom tempo estava querendo ler esta edição que dizem que é a melhor na tradução e até que um dia consegui ler, então, achei um livro muito bom (para quem ama Alice né...) a Tradução ótima, palavras que fazem o leitor pensar bastante a respeito. E alice é uma história que contém histórias e/ou personagens inusitados e esquisitos Cada capítulo é curto e fazem que o fluxo de leitura seja rápido e simples. Tive  a mesma sensação de ter o sonho de Alice pois a leitura deste livro traz coisas que devem ser sentidas e presenciadas pela própria imaginação. Afinal é uma história muito boa que o querido Lewis Carroll fez.



















 renata massa